156 Acesso àInformação

Notícias

Notícias

Vale do Pinhão abre inscrições para 2º ciclo de mentorias para negócios de Curitiba e RMC

A Escola de Inovação do Vale do Pinhão abre, nesta segunda-feira (3/6), as inscrições para o segundo ciclo de mentorias de 2024. Voltado a auxiliar quem quer melhorar sua empresa a partir da troca de conhecimentos com especialistas, o projeto é realizado em três etapas, em um modelo que estimula a geração de soluções criativas […]

compartilhe
Vale do Pinhão abre inscrições para 2º ciclo de mentorias para negócios de Curitiba e RMC. Foto: Divulgação

A Escola de Inovação do Vale do Pinhão abre, nesta segunda-feira (3/6), as inscrições para o segundo ciclo de mentorias de 2024. Voltado a auxiliar quem quer melhorar sua empresa a partir da troca de conhecimentos com especialistas, o projeto é realizado em três etapas, em um modelo que estimula a geração de soluções criativas a partir da troca de ideias entre profissionais de diferentes áreas.

Podem participar pessoas físicas e donos de empresas de Curitiba e da Região Metropolitana até 21/6. As inscrições são gratuitas, realizadas online e podem ser feitas pelo site da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação.

O resultado dos selecionados para o segundo ciclo de mentorias será divulgado dia 25/6 e a primeira fase do processo será em 3 de julho, com a aula inaugural, no Pinhão Hub.

O objetivo do programa é fomentar o empreendedorismo na cidade e na região, oferecendo, gratuitamente, suporte a quem quer colocar em prática uma ideia de negócio, produto ou serviço e tem dúvidas do por onde começar; também atende quem precisa resolver um problema da empresa, com apoio de outro profissional, nos setores de Indústria, Comércio e Serviço.

“O programa de mentorias coletivas é alinhado aos ideais do Pinhão Hub, desenvolvendo o espaço colaborativo de troca de ideias e de networking, criando também conexões entre pessoas e programas da Agência Curitiba”, destacou a gestora do programa de talentos da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, Yesica Vecchi.

Troca de conhecimentos

As mentorias funcionam a partir do compartilhamento de conhecimentos dos mentores, que são especialistas em áreas como Alimentos e bebidas; Eventos; Artesanato; Logística; Automotivo; Moda; Comunicação; Petshops e veterinária; Construção civil; Saúde, beleza e bem-estar; Consultoria empresarial; Saúde; Economia Criativa; Tecnologia; Educação; Turismo; Energia; e Varejo.

A partir de sua experiência profissional na prática, os mentores oferecem sugestões e estimulam a troca de conhecimentos com seus mentorados, em um processo que estimula a busca de insights e da criatividade para soluções inovadoras.

O Programa de Mentorias é realizado em três etapas. O primeiro encontro reúne todos os inscritos em uma aula inspiracional; a segunda etapa é composta por cinco encontros coletivos e temáticos em cinco áreas (Identificação de Oportunidades de Mercado; Desenvolvimento de Produtos e Serviços; Marketing e Vendas; Finanças; e Gestão de Pessoas). A terceira etapa compõem as mentorias individuais para o esclarecimento de dúvidas.

As mentorias fazem parte das ações da Escola de Inovação do Vale do Pinhão, alinhadas ao compromisso da Prefeitura pelo zelo ao empreendedorismo e inovação na cidade, gerenciado pela Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação.

Conexões

Participante do primeiro ciclo das mentorias, encerrado no início de maio, a pedagoga Silvane Matias, 48 anos, sabia que teria de construir uma bagagem teórica e estruturar bem a sua ideia para aumentar as chances de sucesso de seu plano de empreender dar certo.

“Estou construindo o formato do negócio em cima dos meus valores e da minha experiência. Os mentores me auxiliam na parte que eu não conheço, principalmente com o Marketing”, contou.

A pedagoga trabalha na área da Educação desde os 15 anos e agora quer usar sua experiência em um negócio de consultorias e suporte para inserir pessoas no mercado de trabalho, como estagiários e aprendizes.

Durante o ciclo de mentorias, os participantes trocam experiências entre si. Silvane, por exemplo, conheceu a empreendedora Luisanyelis Muscarneri, 40 anos. A venezuelana é proprietária da Autênticas Brasil, empresa de gestão de talentos para mulheres imigrantes.

“Como eu e a Luisis nos conheceríamos se não fosse por aqui? Temos iniciativas muito similares, então nossas dúvidas se complementam, e já estamos planejando parcerias para o futuro”, disse Silvane.

“Cada mentor tem uma bagagem, especialidades e perspectivas diferentes, somando muito aos nossos empreendimentos. Evoluímos muito com as mentorias”, disse Luisanyelis.

Mentores

Os mentores do programa são profissionais de diferentes áreas e que atuam como voluntários. As inscrições para novos mentores são permanentes.

Para se candidatar, é necessário cumprir as normas do edital do programa de Mentorias. Os selecionados foram um banco de mentores, que podem ser acionados para os ciclos seguintes do programa.

Foi o que fez a consultora de Gestão Organizacional e de Carreira Denise Leite, mentora do primeiro ciclo do programa. Ela desenvolveu a segunda fase do ciclo – de mentorias coletivas – ao lado de do designer estratégico Zilceano Fonseca.

Mentora voluntária da Agência Curitiba há cinco anos, Denise Leite contou que foi sua primeira experiência com grupos. “A energia da mentoria em grupo é diferente. A troca coletiva e as dúvidas e desabafos instigam o aprendizado. Mentorar é muito gratificante, por promover trocas que fomentam negócios e que retornam para a sociedade”, afirmou Denise.

Serviço

2º Ciclo de Mentorias Escola de Inovação do Vale do Pinhão

Para receber mentorias

Para ser mentor

  • Inscrições gratuitas e abertas permanentemente
  • Confira o edital completo neste link
  • Público-alvo: Especialistas dos setores: Alimentos e bebidas; Eventos; Artesanato; Logística; Automotivo; Moda; Comunicação; Petshops e veterinária; Construção civil; Saúde, beleza e bem-estar; Consultoria empresarial; Saúde; Economia criativa; Tecnologia; Educação; Turismo; Energia; e Varejo 

NOTÍCIAS RELACIONADAS