156 Acesso àInformação

Notícias

Notícias

Pinhão Hub tem tarde de economia criativa e circular para mulheres nos negócios

O Pinhão Hub, ponto de encontro do ecossistema de inovação de Curitiba, o Vale do Pinhão, se transformou, na tarde desta quinta-feira (25/4), em um palco de cases de sucesso de negócios focados na economia criativa e circular criados por mulheres, na primeira capacitação de 2024 do Programa Empreendedora Curitibana. Com plateia cheia, as participantes conheceram as […]

compartilhe
Primeira capacitação do programa Empreendedora Curitibana: Liderança Feminina na Economia Criativa e Circular, no Pinhão Hub. Curitiba, 25/04/2024. Foto: José Fernando Ogura/SMCS

O Pinhão Hub, ponto de encontro do ecossistema de inovação de Curitiba, o Vale do Pinhão, se transformou, na tarde desta quinta-feira (25/4), em um palco de cases de sucesso de negócios focados na economia criativa e circular criados por mulheres, na primeira capacitação de 2024 do Programa Empreendedora Curitibana.

Com plateia cheia, as participantes conheceram as histórias de sucesso de empreendedoras de Curitiba. Também foram surpreendidas com uma minifeira de produtos e serviços de integrantes do programa Liceu de Ofícios Criativos, da Prefeitura, promovido pelo Instituto Municipal de Turismo (IMT), conhecendo experiências de economia circular e criativa na prática.

Entre os produtos expostos, artesanatos em macramê, mosaicos, lembrancinhas e acessórios com temas da capital paranaense, produtos aromáticos, pães artesanais e doces personalizados.

Negócios com propósito

O encontro reuniu a fundadora da Badu Design Circular, Ariane Santos, que reaproveita resíduos para a criação de novos produtos; a fundadora da Lono Bag, Natasha Costa; a fundadora da Vela.com, Tathiana Ziemmer; e a co-fundadora da Casa Caos, Sabrina Moreira. Elas contaram como seus negócios se transformaram em fonte de renda própria e de outras mulheres, além de propostas que deram novo propósito a suas carreiras.

“Tivemos de aprender como transformar ideias em realizações, sempre investindo em novas conexões e realizando projetos que contaram muitas mãos e braços, cada um com suas habilidades”, contou Sabrina Moreira sobre o desafio de criar a Casa Caos, um ambiente para gerar negócios entre mulheres. Entre as ações da Casa Caos, realizaram um Festival de Criatividade, que teve mais de mil inscrições nas atividades do evento.

Hobby que virou negócio

Tathiana Ziemmer, da Vela.com, contou como a vontade de deixar a própria casa mais cheirosa resultou em um hobby na produção de velas e sprays aromáticos e entender que esse poderia ser seu novo negócio. Atualmente, alia a criatividade aos produtos, que vão dos cheiros tradicionais, como lavanda, aos inusitados, como bergamota, pinheiro ou café & chocolate.

Impacto coletivo

A fundadora da Badu, Ariane Santos, ressaltou a importância de incentivar as mulheres a colocarem sua vontade de transformar o mundo em seus negócios, para promover a mudança. “O óbvio tem de ser dito. Temos potencial e conteúdo para promover coisas boas”, disse.

Com dez anos de atuação e milhares de mulheres impactadas, a empresa nascida em Curitiba ensina mulheres a produzir novos produtos a partir de resíduos que seriam descartados. Entre os ícones da empresa, surgem as bolsas criadas a partir das fitas que anteriormente foram cintos de segurança em veículos. “Promovemos mobilidade social e econômica para essas mulheres, o que as ajuda a sair de ambientes de escassez para abundância”, ressaltou a empreendedora.

O Programa Empreendedora Curitibana é uma realização da Prefeitura e do Vale do Pinhão, voltado a incentivar o protagonismo feminino nos negócios em Curititba e Região Metropolitana e é gerenciado pela Agência Curitiba, alinhado ao compromisso da cidade com o zelo pela inovação. O programa promove o Prêmio Empreendedora 2024, que está com inscrições abertas. 

Ônibus Lilás

O evento também divulgou serviços da Prefeitura de cuidado à mulher. A Assessoria de Direitos Humanos e Política para Mulheres levou à área externa do Pinhão Hub, o Ônibus Lilás, que oferece informação e atendimento a mulheres em situação de violência – seja física, psicológica, sexual, patrimonial ou moral -, acolhimento de denúncias e orientações sobre os direitos contidos na Lei Maria da Penha, entre outros serviços.

NOTÍCIAS RELACIONADAS