156 Acesso àInformação

Notícias

Notícias

No Dia da Biodiversidade, Vale do Pinhão mostra que negócios sustentáveis podem ser lucrativos

O ecossistema de inovação de Curitiba, o Vale do Pinhão, celebra, nesta quarta-feira (22/5), o Dia Internacional da Biodiversidade com o evento EcoConexão: A integração da natureza com os negócios, a partir das 19h, no Pinhão Hub (Rua Engenheiros Rebouças, 1732, Rebouças). Os participantes vão conhecer negócios lucrativos ao mesmo tempo em que respeitam todas as […]

compartilhe
No Dia da Biodiversidade, Vale do Pinhão mostra que negócios sustentáveis podem ser lucrativos. – Foto: Daniel Castellano / SMCS

O ecossistema de inovação de Curitiba, o Vale do Pinhão, celebra, nesta quarta-feira (22/5), o Dia Internacional da Biodiversidade com o evento EcoConexão: A integração da natureza com os negócios, a partir das 19h, no Pinhão Hub (Rua Engenheiros Rebouças, 1732, Rebouças).

Os participantes vão conhecer negócios lucrativos ao mesmo tempo em que respeitam todas as formas de vida na terra, de modo sustentável.

Os ingressos são gratuitos e podem ser adquiridos online, pelo site do Vale do Pinhão e pelo Guia Curitiba

Do Pará ao Paraná

Entre os palestrantes, a sócia-fundadora e CEO da empresa Manioca, Joanna Martins, vem de Belém (PA) à capital parananese para contar sua experiência com bioeconomia na Amazônia, que lhe rendeu o título de uma das 100 pessoas mais inovadoras da América Latina de 2023, na seleção da plataforma de conteúdo Bloomberg Linea.

A Manioca transforma, de forma artesanal, ingredientes tradicionais da culinária amazônica como tucupi, cupuaçu e cumaru em temperos, molhos, geleias, granolas, farinhas e farofas, que são distribuídos por todo o Brasil.

“A gastronomia amazônica é culturalmente muito rica e preservada, mas se tem pouco registro e pouco conhecimento aprofundado a respeito dela. Qualquer apoio no sentido de viabilizar o conhecimento é muito bem-vindo”, diz Joanna sobre a importância de iniciativas que exaltem os produtos de sua região.

Pratas da casa

O EcoConexão também vai apresentar cases de bioeconomia de empresas nascidas em Curitiba e que apontam que mesmo no ambiente urbano de uma capital é possível oferecer soluções para a sustentabilidade dos sistemas de produção baseado em recursos biológicos.

A sócia-diretora da Gondwana Brasil, Daniela Meres Silva Concatto, vai falar sobre a sua empresa, que oferta pacotes turísticos para estrangeiros com foco em roteiros na natureza.

A proposta une a paixão pelas viagens como forma de conhecer o “verdadeiro Brasil”, exaltando as comunidades dos povos originários e comunidades tradicionais, defendendo o turismo responsável e que protegem a biodiversidade dos locais visitados.

O gerente de Economia da Biodiversidade da Fundação Grupo Boticário, Guilherme Zaniolo Karam, vai falar dos programas da fundação voltados a estratégias territoriais e ao apoio a negócios de impacto positivo em conservação da natureza no Brasil.

Criada em 1990, a fundação é uma organização sem fins lucrativos mantida pelo Grupo Boticário para promover e realizar ações de conservação da natureza.

O EcoConexão é realizado pela Escola de Inovação de Curitiba, gerenciada pela Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, em parceria com o ImpactHub.

Serviço

EcoConexão
Data e horário
: 22/5 (quarta-feira), a partir das 19h
Local: Pinhão Hub (Rua Engenheiros Rebouças, 1732, Rebouças)
Ingressos gratuitos pelo site do Vale do Pinhão e do Guia Curitiba

NOTÍCIAS RELACIONADAS